Já dizia o ditado: "Quer conhecer uma pessoa? Dê poder a ela!" Talita Stutz

Já dizia o ditado: "Quer conhecer uma pessoa? Dê poder a ela!" Destaque

A palavra de um homem não se vale de mais nada nos dias de hoje. A expressão "fio do bigode" está fora de moda. Muitos perderam a honra, o caráter, a dignidade.

Vocês devem estar pensando: "Pronto, lá vem ela falar de eleição e dos candidatos". É aí que muitos se enganam porque vou e não vou falar deles. Ta, sei que parece confuso, mas quero dizer que eles se encaixam no meu raciocínio mas não são exclusividade dessa coluna.

Muito difícil pedir para as pessoas participarem da política hoje em dia. Eu mesmo tentei entrar, participar, ser ativa, mas quanta decepção. UTOPIA acho que seria a palavra ideal. Tudo que agente imagina, luta, sonha e acredita não se encaixa nessa triste realidade.

Conheci muitas pessoas, fiz muitos amigos (uns nem tanto), me encantei com idéias nesse meio. Mas também me decepcionei muito. Tudo muda muito depressa nesse cenário. Os inimigos, viram amigos da noite pro dia, puro jogo de interesse. Consideração? Essa palavra inexiste no vocabulário político. Lealdade então, nem se fala.

Mas a palavra que mais tenho visto ultimamente e agora sim destaco a eleição: HIPOCRISIA.

Candidatos inimigos no passado hoje passeiam de mãos dadas, como acreditar nisso? Simplesmente pelo poder, pela ganância. Falar de Deus, invocar o nome do Pai, virou moda na campanha. Lavem suas bocas com sabão antes de pronunciar Seu santo nome em vão, ou vão direto pro inferno. Com isso explico o porquê da hipocrisia.

As equipes que rodeiam as estrelas deste triste espetáculo, não ficam atrás no quesito tudo pelo poder. Todos fazendo de tudo por uma fatia do bolo.

"O poder corrompe, só conhecemos o soldado quando ele vira tenente. O poder corrompe os fracos, os sem personalidades. Quem tem dignidade não se deixa levar pelo sistema, há poucos exemplos de seriedade na nossa política local, mas essa minoria prova que só os indignos se corrompem." Felipe Guerra - O Nobel Filipense

A fome pelo poder, pelo dinheiro, é o que tem acabado com o nosso país. Passar por cima das pessoas, fazer qualquer coisa para chegar lá, tem se tornado habitual.

Vejo nas redes sociais todos os dias, ameaças, fofocas, enfim uma verdadeira guerra. Material de denúncia, de todos os tipos e áreas, chega diariamente na nossa redação. Uns com certo fundamento, outros com provas concretas, outras meras suspeitas. Nas mãos de pessoas sem caráter isso seria uma bomba atômica, carta na manga, alvo de chantagem. Mas o que ganharíamos com isso? Nos igualar a esses tipinhos. E pra quê? Pelo poder? Não obrigada!

Prefiro continuar sofrendo na minha Utopia, pelo menos consigo dormir todas as noites, olhar na cara das pessoas, e principalmente no olhos de meu filho que sei que estará levando pra sua vida um exemplo de como ser um homem de caráter.

Sobre o Autor

Sou formado em Marketing & Propaganda (2004) e também em Jornalismo (2015) pela Unopar. Trabalho com Comunicação Social há mais de 15 anos e sou  proprietário do Jornal Manchete do Povo.

Itens relacionados (por tag)

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape