VOLTA ÀS AULAS DE JATAIZINHO TEM MAIOR NÚMERO DE ALUNOS EM REDE MUNICIPAL EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO La Casa Comunicação

VOLTA ÀS AULAS DE JATAIZINHO TEM MAIOR NÚMERO DE ALUNOS EM REDE MUNICIPAL EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO Destaque

O município apostou na construção civil modular para fazer ampliações e resolver déficit educacional com rapidez; as obras não foram prejudicadas pelas chuvas de janeiro

Ao todo, 1.500 alunos voltaram às aulas na Rede Municipal de Ensino de Jataizinho neste mês de fevereiro, cerca de 100 a mais que no ano passado. O aumento das vagas foi possível graças a novas salas construídas na Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEF) Princesa Isabel e na creche Yeda Tanaka.

As obras foram concluídas no final do ano passado e, felizmente, não sofreram abalos pelas fortes chuvas de janeiro, que causaram danos em várias construções da cidade e região.

O trabalho foi realizado pela empresa Polibox (www.polibox.ind.br), por meio de processo licitatório. As ampliações utilizaram a tecnologia da construção civil modular, que garante rapidez e qualidade na execução dos projetos e tem sido amplamente utilizada para suprir déficits educacionais com urgência.

O secretário da Educação de Jataizinho, Celso Viveiro, conta que alguns bairros novos da cidade têm grande concentração de casais jovens com crianças pequenas e isso torna as ampliações ainda mais necessárias. 

Na EMEF Princesa Isabel foram edificadas cinco salas, com 216 metros quadrados. Além disso, foi instalado um sanitário feminino, com cabine para portadores de necessidades especiais, e 112 metros quadrados de área de circulação coberta. Na creche, foi edificado um berçário com 43,2 metros quadrados, e, ainda, 34 metros quadrados de área de circulação coberta.

O diretor comercial da Polibox, Luis Sciena, demonstra satisfação a cada projeto concluído. “É muito gratificante poder contribuir para a solução de dificuldades educacionais vividas por muitas cidades brasileiras nos dias de hoje. Felizmente, pudemos desenvolver, ao lado da prefeitura de Jataizinho, um ótimo trabalho”.

Urgências educacionais

A construção civil modular apresenta uma solução viável técnica e financeira para expansão de espaços físicos e novas construções em um curto espaço de tempo. Ela tem sido amplamente utilizada como alternativa imediata para suprir demandas por salas de aulas em vários municípios.

               Trata-se um setor originário da construção civil no qual se levou para dentro da indústria o processo construtivo. Assim, ganhou-se  em velocidade de construção e controle de qualidade.

No local da obra, realiza-se apenas a montagem da edificação e, de acordo com a necessidade, os prédios podem ser removidos para outros lugares e utilizados normalmente. Isso agrega mobilidade ao processo.

Esta modalidade consegue administrar variáveis que impactam positivamente em custos, segurança e prazos que a construção civil tradicional está exposta. Condições climáticas, problemas com mão de obra local e materiais já não são motivos de atrasos.

De acordo com Luis Sciena, uma edificação em construção civil tradicional pode levar até seis meses, já na construção civil modular há casos de obras entregues em menos de 30 dias.

“Um dos fatores determinantes para isso é que a modalidade está minimamente exposta diretamente a intempéries climáticas e problemas com materiais ou mão de obra local, pois 92 % de todo o processo construtivo ocorrem em ambiente de fábrica. Sem dúvida, é uma alternativa a ser considerada em urgências educacionais”.

Muitas prefeituras de cidades da região sul do Brasil têm recorrido à construção civil modular para vencer o déficit no número de vagas em escolas de ensino infantil e creches disponíveis à população. Municípios de Santa Catarina, Paraná e outros estados viram neste tipo de construção uma alternativa imediata, segura e de qualidade.

Sobre a Polibox

A Polibox é uma empresa especializada em construção civil modular para o setor de Educação, que atua no segmento há mais de 10 anos. Atualmente, a empresa presta serviços em todo o Brasil, atendendo as principais instituições públicas e privadas.

Construção ou ampliação de escolas de ensino infantil, fundamental, superior, cursos técnicos e de ensino a distância estão entre as atividades desenvolvidas pela empresa, que se destaca por sua tecnologia de ponta e diferenciais em logística.

Site: www.polibox.ind.br

Contato: (43) 3373-0638

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sobre o Autor

Sou formado em Marketing & Propaganda (2004) e também em Jornalismo (2015) pela Unopar. Trabalho com Comunicação Social há mais de 15 anos e sou  proprietário do Jornal Manchete do Povo.

Itens relacionados (por tag)

  • Briga entre vereadores; Presidente da câmara emite nota a imprensa e cobra ação da PM

    Em nota divulgada para a IMPRENSA o presidente da Câmara de Jataizinho, Adilson da Silva (PDT), afirma que a briga entre dois vereadores durante a sessão plenária da última segunda (11) foi motivada pelo vereador Alex Faria (PRB) que, segundo o presidente, está descontente com a derrota na eleição para presidente da casa realizada no ano passado.

    Adilson ainda destaca que a Polícia Militar já foi informada sobre o clima tenso nas sessões e que vereadores estaria vindo armados para o plenário.

    Leia a nota na integra:

    NOTA À IMPRENSA

    Lamentamos profundamente o fato ocorrido na Câmara dos Vereadores de Jataizinho na noite desta segunda (11), quando o vereador Alex Faria (PRB) agrediu desnecessariamente o vereador Cícero Guimarães (PDT) tendo causado diversas lesões na vítima.

    Esclarecemos que a situação já se vislumbrava em função do clima tenso no decorrer das sessões desde que o agressor Alex Faria e seu grupo, perderam a presidência da Casa no ano passado.

    Para evitar o que ocorreu ontem, ou algo pior, solicitamos por diversas ocasiões: ofícios 184/15, 186/2015, 194/2015, 202/2015, 206/2015, 237/2015, 256/2015, 257/2015, 260/2015, 262/2015, 269/2015, 272/2015 e no ofício 273/2015 do dia 16 de novembro de 2015, onde relatamos a invasão do vereador afastado Maurílio Martielho, que adentrou à sala da Presidência e com agressividade requereu documentos à Assessora Jurídica da Câmara, dentro outros fatos semelhantes e não menos agressivos.

    Em resposta aos nossos ofícios, o Comandante do 5º Batalhão, Tenente José Luiz Oliveira, reforçou que o policiamento a ser destacado para ações seria apenas ostensivo e com intuído de garantir a segurança dos que ali frequentava, não podendo interferir nos debates dos parlamentares, já que os vereadores possuem a imunidade parlamentar (observe-se que isso nunca fora requerido).

    No entanto, destacamos que não se chama a polícia para violar a imunidade parlamentar, mas para evitar um crime, que pode ser de agressão ou até de morte, pois constatamos que vereadores já compareceram às sessões desta Casa portando armas.

    O que nos causa mais perplexidade a esse presidente é ter procurado a polícia e até a Justiça, já que ingressamos com ação para garantir o policiamento na Câmara, é não ter encontrado respaldo nas instituições do Estado para preservar a democracia e a integridade física de parlamentares e cidadãos.

    Será que teremos que esperar uma morte na Câmara para que polícia atenda? Em seu despacho a douta Juíza da Comarca reproduz o que conta no Regimento Interno da Casa que “...este presidente tem o poder de organizar a proteção das sessões, podendo solicitar força para esse fim”, o que foi solicitado e negado pelo Polícia Militar. Será que a polícia entende que esta presidência deve pegar em uma arma para fazer isso?

    Portanto, voltamos a pedir a atenção da polícia e do Estado que não pode e não deve ficar inerte para impedir novos confrontos, agressões e ataques e para que se possa proteger a integridade de vereadores e cidadãos que frequentam esta casa.

    Adilson da Silva - Presidente da Câmara Municipal de Jataizinho

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape