Desde o dia 12 de junho o cartório eleitoral está realizando o cadastramento biométrico em Rolândia Divulgação

Desde o dia 12 de junho o cartório eleitoral está realizando o cadastramento biométrico em Rolândia Destaque

Ao todo 46 mil eleitores de Rolândia precisam comparecer ao cartório. A meta é atender  400 pessoas por dia para atingir a meta total de eleitores.

Para atender toda essa demanda o local recebeu várias adequações. Segundo o chefe do cartório eleitoral de Rolândia Mario Jose Bannwart o horário de atendimento vai ser estendido das 9 às 18h e explica como vai funcionar o cadastramento. “O pessoal vai passar por uma triagem para verificação de multas e pendências, para só então receber uma senha e ser direcionado para uma tenda montada na área externa do fórum e aguardar atendimento. Os cadastramentos serão feitos nos guichês, com o colhimento da digital, da assinatura e foto do eleitor.”

Ele continua informando que junto com o cadastramento a pessoa pode aproveitar e alterar o local de votação para mais próximo a sua residência se assim achar conveniente.

“Nós tivemos que realizar adequações no fórum para conseguir atender essa quantidade grande de pessoas, aumentando o número de guichês de 3 pra 11.”

O chefe do cartório explica que o cartório terá que atender pelo menos 400 pessoas por dia para atingir o número total de eleitores.  “A prefeitura está colaborando para atingir esse número, a justiça eleitoral vai oferecer a tenda para as pessoas aguardarem atendimento.”

O cadastramento biométrico não é um projeto único e exclusivo da justiça eleitoral, ele é importante também para o município e para o Brasil. “A partir do momento do cadastro vai haver um intercâmbio entre as esferas municipal, estadual e federal para evitar fraudes nas documentações, nos benefícios, e para o eleitor será a garantia de que nenhuma outra pessoa votará no lugar dele. Portanto a biometria evitará fraudes”, esclarece Bannwart.

Com o apoio do Tribunal Regional Eleitoral será feita uma grande divulgação para o cadastramento que será obrigatório.

O eleitor que não fizer as adequações terá seu título cancelado.

“Isso vai gerar um prejuízo pra pessoa, podendo deixar de receber seus benefícios, ser proibido de se matricular em estabelecimentos públicos, não poderá fazer concurso público e nem tirar passaporte. Lembrando também aos eleitores que são facultativos entre 16 e 18 anos que poderão se cadastrar e já tirar o título. Os com mais de 70 anos que o voto é facultativo também é interessante que compareçam para realizar a biometria para manter seu cadastro em dia”, finaliza Mário.

Sobre o Autor

Sou formado em Marketing & Propaganda (2004) e também em Jornalismo (2015) pela Unopar. Trabalho com Comunicação Social há mais de 15 anos e sou  proprietário do Jornal Manchete do Povo.

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape