O juiz Moro e o ex-presidente Lula: sentença do caso tríplex saiu dez meses após acusação formal (Reprodução/Reprodução) O juiz Moro e o ex-presidente Lula: sentença do caso tríplex saiu dez meses após acusação formal (Reprodução/Reprodução)

Moro condena Lula a nove anos e meio de cadeia Destaque

Faça o download da sentença de LULA clicando no link acima

Juiz Moro o sentenciou por corrupção e lavagem de dinheiro. É a primeira vez na história do Brasil que um ex-presidente é condenado por receber propina

O juiz Sergio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A sentença, anunciada nesta quarta-feira, é a decisão derradeira de Moro no processo em que o petista foi acusado pela força-tarefa da Lava-Jato de receber propina da OAS, uma das empreiteiras do chamado clube do bilhão, que se refestelou nos últimos anos com contratos bilionários na Petrobras. Entre as vantagens recebidas por Lula, segundo a acusação, está um apartamento tríplex no balneário do Guarujá, em São Paulo. É a primeira vez que um ex-presidente do Brasil é condenado por corrupção.

Pouco menos de dez meses se passaram entre a acusação formal feita pelos procuradores da Lava-Jato e a sentença do juiz Moro. Ao acusar Lula, a força-tarefa apontou o ex-presidente como “chefe” do esquema de corrupção montado na Petrobras e o acusou de participar, em parceria com a OAS, do desvio de mais de R$ 87 milhões dos cofres da estatal. “Após assumir o cargo de presidente da República, Lula comandou a formação de um esquema delituoso de desvio de recursos públicos destinados a enriquecer ilicitamente, bem como, visando à perpetuação criminosa no poder, comprar apoio parlamentar e financiar caras campanhas eleitorais”, escreveram os procuradores. “Lula era o maestro dessa grande orquestra”, chegou a dizer, na ocasião, o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol.

De acordo com a denúncia, Lula recebeu R$ 3,7 milhões em vantagens indevidas pagas pela OAS. A maior parcela, R$ 1,1 milhão, corresponde ao valor estimado do tríplex, cujas obras foram concluídas pela empreiteira. Os procuradores sustentaram ainda que companhia gastou R$ 926 mil para reformar o apartamento e outros R$ 350 mil para instalar móveis planejados na unidade, sempre seguindo projeto aprovado pela família Lula. A acusação inclui R$ 1,3 milhão que a OAS desembolsou para pagar uma empresa contratada para armazenar bens que o petista levou para São Paulo após deixar a Presidência da República. Desde o início da investigação que deu origem à sentença agora proferida por Moro, Lula sempre negou ter recebido vantagens da OAS. O ex-presidente ainda é réu em outros quatro processos.

Mais informações em instantes.

http://veja.abril.com.br/politica/urgente-lula-e-condenado-a-nove-anos-e-meio-de-cadeia/

Sobre o Autor

Sou formado em Marketing & Propaganda (2004) e também em Jornalismo (2015) pela Unopar. Trabalho com Comunicação Social há mais de 15 anos e sou  proprietário do Jornal Manchete do Povo.

Itens relacionados (por tag)

  • Acompanhe o julgamento no TSE que pode cassar Temer

    Acompanhe o julgamento no TSE que pode cassar Temer

    ASSISTA

  • Lula chega ao prédio da Justiça Federal em Curitiba

    O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva chegou na tarde desta quarta-feira, 10, ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, para o depoimento ao juiz Sergio Moro. Lula chegou de carro e desceu cerca de 50 metros antes do bloqueio colocado pela Polícia Militar, sendo recebido por manifestantes favoráveis ao petista, que entoavam gritos em sua defesa.

    Lula andou entre os manifestantes segurando uma bandeira do Brasil. Após passar pelo bloqueio, Lula acenou para os apoiadores e entrou em um carro para ser conduzido até o local do interrogatório.

    Acompanhavam Lula os senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Lindbergh Farias (PT-RJ). O presidente do Instituto do Lula, Paulo Okamotto, o aguardava no local.

    Fonte: https://massanews.com/noticias/politica/prisao-de-lula-e-pouco-provavel-neste-momento-QoQww.html

  • As “contradissencias” da esquerda

    Acredito que tripudiar sobre a notícia da morte de Marisa é tão desrespeitoso com a família, quanto usar o fato para vangloriar Lula

    É no mínimo uma canalhice usar a morte de uma pessoa para ressaltar ideologias, atacar ou tripudiar sobre os desafetos. Até nas guerras mais sangrentas existe o momento de trégua.

    Com a notícia da morte de Marisa Leticia, esposa do ex-presidente Lula, uma série de reportagens e comentários tomaram conta das redes sociais nesta última semana.

    Particularmente não vi mensagens zombando da senhora Marisa, porém inúmeros simpatizantes do PT aproveitaram para vangloriar e enaltecer o nome do digníssimo ex-presidente.

    Frases como; “A dona Marisa ajudou em muito o maior presidente nas conquistas do povo humilde”.  “É com profundo pesar que soube da precoce finitude de dona Marisa, esposa do maior estadista das Américas no último século, Luís Inácio Lula da Silva”.

    Estas são duas, entre as diversas pérolas que vieram misturadas a mensagem de ódio como; “A elite podre está comemorando...”. “Lamentável o ódio e pequenez daqueles que sempre foram parte da elite dominante”. E assim segue.

    O mínimo que se espera de ambas as partes, é respeito pela família.

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape