Agricultores agradecem construção de ponte da ARCOL Rodrigo Stutz

Agricultores agradecem construção de ponte da ARCOL Destaque

Após as fortes chuvas de janeiro de 2016 praticamente todas as pontes do município foram arrastadas. Os agricultores e famílias inteiras ficaram prejudicados e em alguns casos até ilhados sem poder chegar na cidade. Como forma de agradecimento os agricultores, através do sindicato Rural Patronal de Rolândia solicitou ao jornal MANCHETE DO POVO que fizesse uma matéria mostrando como ficou a ponte e a importância dela para a população

Uma das pontes com grande trafego é a que passa sobre o Ribeirão Cafezal, conhecida como ponte da ARCOL, localizada ao final da Rua Willie Davids.

Logo após o fatídico janeiro ela foi reconstruída provisoriamente em madeira com a ajuda dos agricultores, porém outra chuva veio e levou a ponte embora novamente.

Desta vez a ponte foi construída feita de concreto armado, com 12m de extensão por 8m de largura proporcionando mais segurança, comodidade e trafegabilidade aos usuários.

ASSISTA

A Secretaria de Infraestrutura finalizou a aplicação de MOLEDO nos acessos para dar ainda mais estabilidade ao transitar.

Como forma de agradecimento os agricultores, através do sindicato Rural Patronal de Rolândia solicitou ao jornal MANCHETE DO POVO que fizesse uma matéria mostrando como ficou a ponte e a importância dela para a população.

Ao analisar, é possível entender que a ponte simboliza a importância que a agricultura tem, não só para os produtores e suas famílias, mas para toda a população de Rolândia.

O gerente do Sindicato Rural de Rolândia, Antônio Carlos Mendonça, explica que considerando que cerca de 45% do PIB (Produto Interno Bruto) do município é gerado pelo agronegócio, pode-se chegar à conclusão que passam pelas pontes e estradas rurais quase a metade do que se gera em recursos para a cidade.

O agricultor, Louis Baudraz, um dos maiores produtores de leite do Brasil faz questão de registar o agradecimento da comunidade pela realização da obra. “Demorou realmente, mas a gente sabe que as coisas não são fáceis e foi muita destruição (...) a natureza destruiu, mas o homem fez outra melhor”, completa Baldraz.

Irineu Trevizan, produtor rural destaca que a ponte ficou muito melhor que a antiga e agora tem mais segurança para os usuários.

Mendonça finaliza relatando que outras pontes também estão em fase final de construção como a ponte do Jaú e a ponte do Deizinho do Vermelho. “A previsão é que até o fim do ano todas estejam prontas.

A prefeitura anunciou em maio deste ano que após reunião do Prefeito Luiz Francisconi Neto (PSDB) em Brasília com o Ministro Hélder Barbalho, o Ministério da Integração Nacional liberou a primeira parcela do recurso para a construção de quatro pontes de concreto nos seguintes pontos; Ponte do Teresópolis – sobre o Rio Marabú, Ponte de Arcol – sobre o Ribeirão Cafezal, Ponte na Estrada Rolândia/Pitangueiras – sobre o Rio Jaú e Ponte Pintassilgo – sobre o Ribeirão Vermelho.

Ao todo Rolândia possui 12 pontes municipais e destas seis tiveram que ser totalmente reconstruídas, parte com recurso federal através do Ministério da Integração Nacional.

A empresa FEMCO Pré Moldados foi quem venceu a licitação e concluiu o processo de construção das vigas e estruturas de sustentação para a reconstrução das pontes rurais que foram feitas no Deizinho do Vermelho e Caramuru.

A tomada de preço número cinco de 2016 no valor de R$192.884,62, é referente às estruturas e colocação das duas pontes. O serviço de terraplenagem e construção das cabeceiras das pontes não estão inclusos nessa licitação. Estes investimentos vêm através de liberação do fundo municipal de meio ambiente liberados pelo COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Rolândia).

Sobre o Autor

Sou formado em Marketing & Propaganda (2004) e também em Jornalismo (2015) pela Unopar. Trabalho com Comunicação Social há mais de 15 anos e sou  proprietário do Jornal Manchete do Povo.

Itens relacionados (por tag)

  • Ponte da Arcol será demolida

    A partir desta terça-feira, 27 de junho, a Secretaria de Planejamento de Rolândia informa que a ponte sobre o Ribeirão Cafezal (Ponte da Arcol) será demolida para o início das obras de construção da nova ponte de concreto armado.

    Por conta do trabalho o trecho vai ficar interditado por cerca de 150 dias. A sugestão é buscar o acesso pelo Contorno Sul (PR-986), Travessia da Represa do Ingazinho ou pelo Parque Industrial Itamaraty. A nova ponte terá 12m de extensão por 8m de largura, o que vai conferir mais segurança, comodidade e trafegabilidade aos usuários.

  • Governador comparece a inauguração da Estrada dos Pioneiros em Rolândia

    Uma antiga reivindicação que, finalmente, torna-se realidade

  • Danos sociais e ambientais ainda são reflexos da tragédia de janeiro

    Danos sociais e ambientais ainda são reflexos da tragédia de janeiro

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape