Matrículas abertas para rede municipal de ensino para 2018

Matrículas abertas para rede municipal de ensino para 2018 Destaque

A partir do dia 13/11/2017 inicia o cronograma de matrículas para alunos novos na rede municipal de ensino de Rolândia. Os pais/responsáveis devem ficar atentos ao cronograma para que possam realizar as matrículas.

Importante lembrar que segundo a Lei nº 12.796, de 4 de abril de 2013, toda criança com 4 anos completos deve estar matriculada na Educação Infantil. O município de Rolândia pautado na Resolução nº 05/2009, adota a data corte do governo federal, ou seja, a criança deve ter completado 04 anos até o dia 31/03 e consequentemente 06 anos até 31/03 para que possa ser matriculada no 1º ano. 

Além dos documentos necessários, a família deve comprovar endereço próximo ao estabelecimento de ensino escolhido. As vagas para alunos que não residem próximo a instituição de ensino só serão disponibilizadas caso haja vagas remanescentes e o pai deverá responsabilizar-se pelo transporte. A Secretaria de Educação informa ainda que a vaga será ofertada de acordo com a disponibilidade de horário de cada Instituição de Ensino. 

CRONOGRAMA_DE_DIVULGAÇÃO.pdf

Sobre o Autor

Sou formado em Marketing & Propaganda (2004) e também em Jornalismo (2015) pela Unopar. Trabalho com Comunicação Social há mais de 15 anos e sou  proprietário do Jornal Manchete do Povo.

Itens relacionados (por tag)

  • Cronograma de matrículas para alunos novos na rede municipal de ensino de Rolândia

    A partir do dia 13/11/2017 inicia o cronograma de matrículas para alunos novos na rede municipal de ensino de Rolândia. Os pais/responsáveis devem ficar atentos ao cronograma para que possam realizar as matrículas. Importante lembrar que segundo a Lei  nº 12.796, de 4 de abril de 2013, toda criança com 4 anos completos deve estar matriculada na Educação Infantil.

    O município de Rolândia pautado na Resolução nº 05/2009, adota a data corte do governo federal, ou seja, a criança deve ter completado 04 anos até o dia 31/03 e consequentemente 06 anos até 31/03 para que possa ser matriculada no 1º ano. Além dos documentos necessários, a família deve comprovar endereço próximo ao estabelecimento de ensino escolhido.

    As vagas para alunos que não residem próximo a instituição de ensino só serão disponibilizadas caso haja vagas remanescentes e o pai deverá responsabilizar-se pelo transporte. A Secretaria de Educação informa ainda que a vaga será ofertada de acordo com a disponibilidade de horário de cada Instituição de Ensino. CALENDÁRIO COMPLETO AQUI.

    Resolução nº 05/2009

    Art. 5º A Educação Infantil, 1ª etapa da Educação Básica, é oferecida em creches e pré-escolas, as quais se caracterizam como espaços institucionais não domésticos que constituem estabelecimentos educacionais públicos ou privados que educam e cuidam de crianças de 0 a 5 anos de idade no período diurno em jornada integral ou parcial, regulados e supervisionados por órgão competente do sistema de ensino e submetidos a controle social.

    § 3º As crianças que completam 06 anos após o dia 31/03 devem ser matriculadas na Educação Infantil.

  • CMEIS poderão atender somente em meio período

    2,4 milhões é o valor acumulado em multa que a prefeitura poderá ter que pagar por não oferecer vagas para todas as crianças do município na educação infantil. A cada mês que passa o valor aumenta em 200 mil e o executivo estuda a possibilidade de reduzir para meio período o atendimento das creches para aumentar o número de vagas

    Uma Ação Civil Pública ingressada em 2014 pela 3ª Promotoria de Justiça de Rolândia exige que a prefeitura atenda a todas as crianças do município, como rege a constituição federal. Porém o executivo alegou na época não ter condições de cumprir a determinação e recorreu, porém, perdeu e em 12 de agosto de 2015 a juíza Nayara Rangel Vasconcellos deliberou que o gestor público criasse vagas para atender a lista de espera que chega a 1.100 crianças.

    Na sentença ainda ficou estipulada uma multa de 200 mil reais para cada mês que a prefeitura não cumprisse a determinação. Mais de um ano se passou e a multa acumulada chega a 2,4 milhões.

    A 3ª Promotoria de Justiça de Rolândia, através do Dr. Evandro Augusto Dell Agnelo Santos, explica que a ação já transitou em julgado no ano passado e agora ele está executando a sentença o que pode determinar o pagamento da multa caso não seja aberta as vagas nas creches. “Segundo o próprio município hoje nós temos 50% das crianças fora das creches”, aponta.

    O secretário de Educação, Claudio Martins de Pinho, relata que atualmente o município atende cerca de 2.500 crianças de 0 a 5 anos em nove CMEIS (Centros Municipais de Educação Infantil) em período integral. Estima-se uma lista de espera não oficial de 1.100 crianças, porém ele afirma que o corpo técnico da secretaria ainda está fazendo o levantamento exato. “Depois de verificarmos qual exatamente é a demanda reprimida vamos tomar as devidas providências para o cumprimento desta sentença”, ressalta.

    O secretário garante que acomodar todas as crianças é uma ação que demanda grande investimento e a atual administração está há poucos meses no cargo, então não tem como construir mais CMEIs e contratar mais profissionais em tão pouco tempo.

    Uma das últimas alternativas seria a redução do atendimento para meio período abrindo assim o dobro de vagas, mas o secretário garante que essa solução somente será tomada se não tiver outra forma de cumprir a sentença, visto que o prejuízo para o erário seria enorme diante da multa determinada. “É uma preocupação do prefeito manter a creche em período integral”, reafirma.

    No dia nove do próximo mês está prevista uma audiência de conciliação no fórum de Rolândia com objetivo de definir as ações que deverão ser tomadas para evitar o pagamento da multa e atender o MP. “Estamos tomando toda a cautela em atender a sentença de modo responsável”, finaliza o secretário.

  • Exame nacional da EJA tem inscrições até esta sexta-feira

    Terminam nesta sexta-feira (18), às 23h 59min, as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja). São provas certificadoras para pessoas que não concluíram seus estudos no Ensino Fundamental ou Ensino Médio.

    O site para a inscrição pode ser acessado aqui: enccejanacional.inep.gov.br/encceja/#!/primeiroAcesso

    É preciso fornecer o número do CPF e da identidade, um endereço de e-mail e número de celular para receber informações do Inep. Para o Ensino Fundamental é necessário ter 15 anos completos ou mais na data de realização das provas, enquanto o Ensino Médio exige 18 anos completos ou mais.

    A organização é do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC). As inscrições são gratuitas.

    PROVAS - As provas serão aplicadas em dia 22 de outubro (um domingo), nos períodos da manhã e da tarde. Cada uma terá 30 perguntas de múltipla escolha, além de uma redação. O candidato aprovado em todas as disciplinas recebe a certificação, mas também é possível receber declaração de proficiência somente nas disciplinas em que for aprovado.

    CERTIFICAÇÃO - Enquanto o Inep é responsável pela elaboração, gestão da aplicação e correção do Encceja, os certificados serão emitidos pela Secretaria de Estado da Educação ou pelo Instituto Federal do Paraná (IFPR). “Trata-se de mais uma oportunidade para a pessoa que, por qualquer motivo, não conseguiu concluir seus estudos no tempo certo. Com a certificação pelo Encceja ele pode dar continuidade a sua vida acadêmica e melhorar sua posição no mundo do trabalho”, afirma o chefe do Departamento de Educação Básica, Cassiano Roberto Nascimento Ogliari.

    MUNICÍPIOS - As provas serão aplicadas em 49 municípios paranaenses: Curitiba, Almirante Tamandaré, Apucarana, Arapongas, Araucária, Cambé, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Campo Magro, Campo Mourão, Cascavel, Castro, Cianorte, Colombo, Cornélio Procópio, Dois Vizinhos, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ibiporã, Lapa, Laranjeiras do Sul, Londrina, Mandirituba, Marechal Cândido Rondon, Marialva, Maringá, Matinhos, Medianeira, Paiçandu, Palmas, Palmeira, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Pinhais, Piraquara, Ponta Grossa, Pontal do Paraná, Quatro Barras, Rolândia, Santo Antônio do Sudoeste, São José dos Pinhais, Sarandi, Telêmaco Borba, Toledo, Umuarama, União da Vitória.

    A partir deste ano o Encceja volta a atender o Ensino Médio, modalidade que até 2016 era contemplada pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
    Confira o cronograma das provas:

    Ensino Fundamental:

    Manhã: Ciências Naturais, História e Geografia.

    Tarde: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física, Redação e Matemática.

    Ensino Médio:

    Manhã: Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

    Tarde: Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias.

    Confira o edital do Encceja 2017: download.inep.gov.br/educacao_basica/encceja/nacional/2017/edital_n43_de_24072017_encceja_nacional_2017.pdf

    O Inep disponibiliza material didático específico para os inscritos se prepararem para as provas. Confira aqui: portal.inep.gov.br/materiais-para-estudo

    BOX

    Exames da EJA Online

    O Paraná possui sua própria versão do Encceja, os Exames da EJA Online. Ao contrário da prova nacional, a paranaense é dividida em quatro etapas e realizada entre agosto e novembro, em quase 300 escolas da rede estadual de ensino. A primeira etapa, contemplando o Ensino Fundamental, aconteceu na quarta-feira passada (09). Os participantes fizeram as provas de Língua Portuguesa e Redação, Língua Estrangeira Moderna (Inglês), Matemática, Ciências, Educação Física e Arte. A aplicação das provas aconteceu em laboratórios de informática nas unidades de ensino da rede estadual.

    Ambos os exames podem ser aproveitados para certificação. “O aluno pode aproveitar seus resultados nos Exames da EJA Online com outras oportunidades, como o Encceja, o Enem até o ano passado, ou a Educação de Jovens e Adultos regular”, explica a coordenadora da Educação de Jovens e Adultos, Marcia Leonora Dudeque.

    Mais informações na página www.educacao.pr.gov.br/eja



    Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
    http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape