Quinta, 16 Novembro 2017 11:26

Homem morre após queda de Moto na BR-369

Fotos: Arapongas 190 / Rolândia 190


Um homem de 37 anos perdeu a vida em um grave acidente de trânsito na noite desta segunda-feira (13). Marcio Cripino Alves, que seria funcionário e faria parte da equipe da dupla sertaneja de Fernando & Sorocaba, morreu em um acidente de moto registrado na BR-369, entre o município de Arapongas e Apucarana.


Conforme uma testemunha, a vítima conduzia uma motocicleta Honda CB/Twister sentido a cidade de Arapongas, quando teria colidido em um caminhão, que cruzava a pista e não parou para prestar socorro. De acordo com amigos de Márcio, ele teria acabado de sair de sua casa, em Apucarana, e estaria indo para a cidade de Londrina, onde embarcaria em um voo direto para a cidade de Fortaleza, no Ceará, onde aconteceria o show da dupla sertaneja. 

Socorristas do SAMU e VIAPAR foram acionados, mas quando chegaram no local, o homem já estava em óbito. De acordo com a Polícia Civil, a vítima não possuía carteira de habilitação. 

 

 

 

 

 

Texto:e Fotos: Arapongas 190 / Rolândia 190
Publicado em Policial

Um homem de 53 anos perdeu a vida em um grave acidente de trânsito registrado na PR-170, entre o município de Rolândia e Jaguapítã. A colisão, entre uma motocicleta e um caminhão, ocorreu por volta das 15h30 deste sábado (11), próximo ao trevo de Jaguapitã. 

O motociclista, que morreu antes da chegada das equipes de socorro, foi identificado pelo IML (Instituto Médico Legal) como Nilson Santos da Mota. Ele seria funcionário de um posto de combustíveis e estaria com o uniforme da empresa quando o acidente aconteceu. 

De acordo com informações repassadas pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o motociclista seguia de Prado Ferreira sentido à Jaguapitã, quando teria colidido na lateral da carreta que atravessava a pista. O motorista da carreta nada sofreu. Ele realizou teste do etilômetro, mas até o fechamento desta reportagem, a PRE não divulgou o resultado do exame. 

 

 

Publicado em Policial
O promotor Thadeu Augimeri de Goes Lima apresentou recurso à juíza da 1ª Vara Criminal de Londrina, Elisabeth Kather, para realização de um novo julgamento de Rodrigo Aparecido Martins, 26 anos, que, na madrugada do dia 2 de setembro de 2012, bateu violentamente com o Fiat Marea que conduzia contra uma árvore na esquina da Avenida Saul Elkind com a Rua Francisco Marques de Oliveira, zona norte de Londrina. Além de Rodrigo, outras cinco pessoas, incluindo uma adolescente de 15 anos, estavam no carro. Com o impacto, quatro morreram. 
 
As vítimas foram identificadas como Maiara Cristina de Oliveira Aleixo, 20 anos, o esposo dela, Joel da Silva Aleixo, 20, que faleceram na hora, Lincoln Mateus Soares, 21, e Débora Paulino da Silva, 21. Os dois últimos ficaram internados em hospitais da cidade, mas não resistiram aos graves ferimentos. A adolescente ficou ferida, mas sobreviveu. No início de outubro, Rodrigo foi levado a júri e terminou condenado a quatro anos, dez meses e vinte dias, pena que cumprirá em regime semiaberto. Ao longo da investigação, ele não foi preso. 

No julgamento, o Conselho de Sentença transferiu a infração de homicídio doloso (quando há intenção de matar) para culposo. Diferentemente do argumento do Ministério Público, os jurados concluíram que o acusado não fugiu. Em depoimento à polícia no dia seguinte ao acidente, Rodrigo disse não se lembrar da pessoa que o retirou do local e o levou até sua residência. Ele também confirmou que tinha ingerido três garrafas de cerveja e não conhecia nenhuma das vítimas. 

Sobre o acidente, Rodrigo alegou que colidiu o carro contra a árvore porque teve a visão ofuscada pelo farol de um veículo que vinha em sentido contrário. Segundo o advogado Everton Santana Alves, que defende o investigado, essa foi a versão defendida desde o início do processo. "Em uma reportagem exibida por uma emissora de TV local, o Rodrigo aparece nas imagens perambulando pela região do acidente. Ele permaneceu até a chegada do Samu e da autoridade policial, o que desconfigura a hipótese de omissão de socorro", pontuou. 

De acordo com Alves, "o condutor, em razão da gravidade do ocorrido, não tinha condições de acionar alguém para auxiliar no resgate dos feridos". Sobre o pedido do Ministério Público de anulação da decisão e remarcação de um novo júri, o advogado afirmou que "a defesa sustenta que tudo transcorreu dentro das formalidades exigidas". (Rafael Machado/Grupo Folha) 

Alta velocidade 

Um laudo elaborado pelo perito criminal Luciano Bucharles registrou que o Fiat Marea conduzido por Rodrigo Martins, antes do acidente, trafegava pela Avenida Saul Elkind em direção à Angelina Ricci Vezozzo em alta velocidade. Antes de atingir a árvore, o rodado esquerdo do veículo chocou-se contra o meio-fio, possibilitando o avanço sobre o canteiro central da via. 

Segundo o Instituto de Criminalística, no momento da perda do controle do Marea Rodrigo trafegava a uma velocidade mínima de 117 km/h, 134% do nível máximo permitido no endereço, que é 50 km/h. O perito também identificou que "há farta sinalização vertical presente neste pedaço da Saul Elkind". (R.M.) 

"Queríamos uma punição mais dura" 

Ainda é difícil e doloroso para o pedreiro Arlindo Matozo Aleixo, 54 anos, relembrar daquele que ele considera "como uma pessoa 100%". Na madrugada do dia 2 de setembro de 2012, o filho dele, Joel da Silva Aleixo, na época com 20 anos, perdeu a vida em um grave acidente na Avenida Saul Elkind. "Sempre foi um cara bacana. Logo aos 12 anos, levei ele para aprender a ser servente, o que ajudou na formação do caráter de gente honesta. Com 15 anos, ele conseguiu uma vaga em um mercado e nunca mais parou de trabalhar", disse. 

Em 2010, Joel e Maiara se casaram. O fruto do relacionamento chegou dois anos depois, um bebê que, na época do acidente, estava com oito meses. "Ele completa seis anos em janeiro. Hoje, tento preencher o espaço de pai deixado pelo Joel, mas é impossível ocupar esta lacuna. Pai é um só". 

Pai de Maiara, esposa de Joel que também morreu no acidente, o consultor Oseias Correia Oliveira disse à reportagem que "a criança era a alegria" da filha, se referindo ao bebê do casal. "O pensamento dela e do Joel era cuidar da família, comprar uma casinha e crescer na vida". Ela trabalhava na empresa que promoveu a festa de confraternização. 

"A Maiara, assim como o Joel, não conhecia o Rodrigo e nem as outras vítimas. Eles pegaram uma carona na hora. Eu fui acordado repentinamente por uma ligação do seu Arlindo. Ele me contou do acidente. Quando chegamos, vimos os dois naquela situação. O coração dói bastante quando relembro aquela cena", alegou Oliveira. 

Os dois pais, que compareceram ao julgamento de Rodrigo Aparecido Martins no começo de outubro deste ano, defendem uma punição mais severa ao motorista. "Ele pegou quatro anos, mas não vai ficar preso. Fiquei surpreso com esta condenação leve por ele ter provocado a morte de quatro pessoas. A minha filha faleceu e deixou um bebê de oito meses". Arlindo Aleixo criticou a decisão do júri. "Precisa de um novo julgamento. Ele precisa pagar pelo que fez de uma forma justa".

Rafael Machado
Grupo Folha
Publicado em Policial

Dois caminhões que seguiam em sentidos contrários se chocaram na ponte sobre o Rio Paranapanema na Rodovia Miguel Julbran, em Florínea (SP), na manhã desta quarta-feira (1º) e um deles rompeu a mureta de proteção e caiu no rio.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária, um caminhão seguia no sentido Paraná- São Paulo quando acabou atingido outro que seguia no sentido contrário, motorista perdeu o controle do veículo com a colisão, bateu na mureta e caiu no rio.

A profundidade no local é de 14 metros e o veículo ficou totalmente submerso. Bombeiros fazem buscas no local para tentar encontrar os ocupantes. Ainda não há informações de quantas pessoas estavam no veículo.

O motorista do caminhão atingido conseguiu sair da ponte e parou na base da Polícia Rodoviária em Florínea. Ele não se feriu e as causas do acidente serão investigadas.

Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília.

Publicado em Policial

Um acidente foi registrado por volta das 6 horas da manhã desta quarta (01) na PR 170, saída de Rolândia para São Martinho, próximo ao KM 7.

Assista:

Segundo o motorista, Roberto Ipiapina da Silva, morador de Cambé, a outra carreta seguia sentido São Martinho Rolândia quando invadiu a pista contrária. Para evitar a colisão frontal ele desviou, mas Anderson França, condutor da carreta com placas de Medianeira-PR acabou batendo na lateral da carreta.

Foram acionados o SIATE e o Caminhão do corpo de Bombeiros que prestaram os primeiros socorros. Anderson foi encaminhado para o Hospital São Rafael com escoriações sem risco à vida.

A Polícia Rodoviária Estadual foi acionada para as devidas providências.

Texto: Rodrigo Stutz 

 

Publicado em Policial

Uma mulher morreu após o carro em que ela estava se chocar de frente com outro veículo estacionado na região central de Londrina. O acidente aconteceu no fim da noite desta terça-feira (1º) na Avenida Aminthas de Barros. O carro atingido estava estacionado corretamente. 

A vítima, Odete Moraes Lovato de 57 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no interior da ambulância do Siate após sofrer uma parada cardíaca. Segundo os socorristas, tudo indica que ela estava desacorda no momento da colisão, já que não havia marcas de frenagem na pista.  

(Colaboração: Alex William/TV Tarobá)

Assista:

Publicado em Policial

Um rapaz de 24 anos foi atropelado por uma motocicleta, na avenida Ayrton Rodrigues Alves, em Rolândia. O acidente aconteceu na noite deste Domingo (29), próximo ao posto Talismã. Leonardo de Santana, estava em um ponto de ônibus, e ao tentar atravessar a rua, foi atropelado por um entregador de lanche. 

De acordo com os socorristas do Corpo de Bombeiros, a vítima sofreu ferimentos na boca, contusão no joelho e acabou perdendo dois dentes. Leonardo foi encaminhado até ao hospital São Rafael e não corre risco de morte.

 

 

Texto e fotos: Portal Rolândia 190
 
Publicado em Policial

Um acidente grave foi registrado na manhã desta Segunda feira (30), por volta das cinco e meia da manhã.
Foi acionado o corpo de bombeiros para o atendimento de uma colisão frontal envolvendo uma carreta e um veiculo Astra no Contorno Norte em Rolândia, próximo ao residencial Araucária, saída de Rolândia pra Cambé.

Informações que no carro havia um casal, uma mulher foi encaminhada ao Hospital São Rafael e a segunda vítima entrou em óbito no local.

De acordo com informações repassadas no grupo de Whatsapp NR Noticias, o nome das vitimas envolvidas no acidente, Sr. Aldori Batista de 43 anos e sua esposa Sandra lemes pedro de 33 anos, são moradores de Rolândia.

Fotos reprodução Whatsapp

FATAL 1FATAL 2FATAL 3FATAL 4

370a2821-2d60-40b6-8d0f-fd6976a3e648

d53260d5-f40e-46ed-87da-9cb737f80be1f673b8fa-ce18-4a29-82c2-4902ab685b01

 

Publicado em Policial

Uma idosa de 63 anos morreu vítima de um grave acidente registrado na BR-369, entre os municípios de Rolândia e Cambé. A colisão, envolvendo uma VW/Parati, com placas de Londrina e uma caminhonete F250, com placas de Dourados-MS, aconteceu em frente a churrascaria Bota Fogo (próximo ao motel Troia). 

A idosa Rosalina da Cunha Morandin, sofreu politraumatismo e morreu dentro da ambulância. De acordo com os socorristas do SAMU, à vítima sofreu uma parada cardiorrespiratória (PCR). A equipe médica realizou todos os procedimentos para tentar reanimá-la, mas infelizmente ela acabou não resistindo e entrou em óbito. 

Rosalina era condutora do veículo Parati e seguia sentido à Rolândia. Seguindo informações, ela teria cruzado a pista para retornar sentido à Cambé e foi atingida pela caminhonete. 

 

 

 

 

 

Publicado em Policial

Assista:

O Corpo de Bombeiros foi acionado, na manhã deste sábado (22), pra resgatar um cavalo que havia caído em uma fossa séptica, no jardim Primavera, em Rolândia. Segundo informações, o animal foi resgatado sem ferimentos. Foi necessário a ajuda dos moradores e da secretaria de infraestrutura do município para retirar o cavalo do buraco. 

Esse tipo de ocorrência é comum no município. Vários cavalos ficam soltos pelas ruas da cidade e acabam pastando em terrenos baldios e acabam caindo em poços, fossas ou buracos. A região do jardim San Fernando, já foi palco de vários acidentes graves envolvendo esse tipo de animais. 


De acordo com o vereador João Ardigo, a prefeitura está firmando um convênio para recolher estes animais que ficam soltos pela cidade e encaminhá-los para um determinado local. "Nós vamos cobrar para que esse acordo aconteça ainda essa semana. Nós queremos acabar de uma vez por todas com esse problema de animais soltos na região de Rolândia e evitar que outros acidentes aconteçam", disse o vereador em entrevista ao Portal Rolândia 190.

 

Publicado em Policial
Sexta, 20 Outubro 2017 12:59

Mais uma morte que poderia ser evitada

O local, que já é palco de dezenas de tragédias volta à cena nesta semana

Publicado em Política

Um acidente de trânsito mobilizou socorristas do Samu e equipes do Corpo de Bombeiros, na tarde desta quarta-feira (18), próximo ao 10º Batalhão da Polícia Militar de Apucarana.     Os dois veículos bateram na rodovia, e um dos carros capotou após a colisão.

 

O acidente ocorreu entre o veículo VW Gol, placas de Marilândia do Sul, que seguia sentido a cidade de Apucarana, e a caminhonete Toyota Hilux, placas de Umuarama, que seguia no mesmo sentido na pista dupla.

 

O carro capotou após a colisão deixando os quatro ocupantes feridos, sendo que o idoso precisou ser desencarcerado pelos Bombeiros.  As vítimas receberam os primeiros atendimentos dos socorristas e no interior da ambulância e foram encaminhados para atendimento médico no hospital.   

Fonte: Canal 38  

 

Publicado em Policial

Um grave acidente por volta das 07:20 da manhã desta quinta-feira (19/10), tirou a vida de um morador da cidade de Cambé que estaria vindo para o trabalho na cidade de Rolândia.

O acidente foi na BR-369, em frente à empresa Plastimóveis, na saída de Rolândia para Cambé. Segundo informações de pessoas que passavam pelo local, um veículo Ford Pampa, teria cruzado a frente do motociclista, ocasionando o acidente.

O rapaz da moto, Carlos Cesar dos Santos de 31 anos de idade, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ele deixa uma filha de cinco anos.

acidente rolandia moto

Texto e fotos: Noticias de Rolândia

Mais uma morte que poderia ser evitada

Publicado em Policial

Para quem acompanhou o atendimento se impressionou com a cinemática do acidente. Segundo relatos o veículo Ecosport subia a Av. Presidente Bernardes quando um caminhão que descia a mesma avenida cruzou a frente do carro sentido Rua Willie Davids batendo de frente com o carro.

O veículo conduzido pelo senhor José Cavalaro, 80 anos, estavam a esposa, de 79 anos e o neto de 12 anos.

Segundo o socorrista Eder do SIATE (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência), os três foram encaminhados com escoriações leves ao Hospital São Rafael sem risco a vida.

O motorista do caminhão não quis ser identificado, mas afirmou para o policial, Soldado Carneiro que uma moto teria o fechado forçando ele a entrar na rua e provocando o acidente.

 

Veja as fotos do acidente: 

materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 1materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 2materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 3materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 4materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 5materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 6materia manchetedopovo Batida frontal entre caminhão e carro deixa casal de idosos e criança feridos no centro de Rolândia 7

Fotos Rodrigo Stutz

Publicado em Policial

É com pesar que comunicamos o falecimento do bebê Lucas Lorenzo, de apenas oito meses. O pequeno faleceu na madrugada deste sábado (14), no Hospital Universitário (HU) de Londrina. Ele estava junto com a mãe, quando se envolveu em um acidente de trânsito, no último domingo (8), na entrada do jardim José Perazollo, em Rolândia. 

O corpo será velado na capela da vila-oliveira. (Atualizado às 13:39)

 Reprodução: Portal Rolândia 190

Publicado em Sociedade

Um cavalo solto na BR-369, quase provocou uma tragédia próximo ao lago do jardim San Fernando, em Rolândia, na noite desta quinta-feira (12). O animal que pastava às margens da rodovia, começou a ir em direção a BR-369, no momento em que um veículo C4 Palace, de cor prata, vinha sentido Arapongas - Rolândia e o motorista não conseguiu evitar o atropelamento. 

O condutor chegou a parar o veículo para avaliar o estrago, e chegou a afirmar que por sorte ele vinha devagar. O animal ficou agonizando na pista até morrer. São constantes as reclamações sobre animais soltos naquela região, por essa razão é preciso atenção redobrada dos motoristas, principalmente à noite.

Fonte: Portal Rolândia 190

 






































Fotos José Carlos Farina 

Publicado em Policial

Na manhã desta quarta-feira (11) foi registrado um acidente envolvendo uma motocicleta e um caminhão. Até o momento foi identificado apenas o primeiro nome do condutor da moto, Rogério.

Segundo testemunhas, ele cruzou a pista para entrar no conjunto Henrique Berguer,  Contorno Norte quando foi atingido por um caminhão. O SIATE foi chamado e a Policia Militar esteve no local para auxiliar no atendimento.

Os socorristas informaram que a princípio a vítima  teria  ferimentos considerados graves. Rogério foi encaminhado ao Hospital São Rafael para melhores avaliações. O trânsito no Local ficou lento e foi acionado a PRE (Polica Militar Estadual).

Fonte e foto: Reprodução Whatsapp - Grupo NR Notícias 

 

Publicado em Policial

No trecho que liga Mauá da Serra a Ortigueira, houve acidente no km 314, na região da Serra do Cadeado. Segundo informações, um dos veículos envolvidos foi um caminhão com placas JYA-9673, ano 94, branco, modelo Mercedes Benz, 1935, com placas de Rolândia, carregado com Óleo Vegetal. 

Segundo informações, uma camioneta que trafegava no sentido contrário, bateu de frente com o caminhão, ocorrendo danos de grande monta e deixando pelo menos um ferido grave.

A batida foi no início da noite, de 02 de outubro e um Helicóptero foi utilizado no socorro. Equipes da Rodonorte e Polícia Rodoviária Federal, antederam a ocorrência.

O motorista do caminhão que sofreu ferimentos considerados leves, não teve o nome divulgado.

Fonte: Blog do Berimbau

 CAROLVVVCAROLXXXCAROLZZZ

Publicado em Policial

Após publicar a matéria na internet sobre acidente com queda de plano elevado (VEJA A MATÉRIA Homem cai em fosso de luz de prédio em construção) um leitor pediu para se pronunciar. Marthos Daniel Carvalho Gamba é Alpinista Industrial cadastrado desde 2015 e atuante na área há 15 anos. Ele aponta para a falta de responsabilidade do empregador, pois afirma que coloca na obra pessoas sem qualificação. “Quem tem qualificação não se coloca em perigo”, afirma.

Ele se refere às normas para utilização de equipamentos de segurança em uma obra. Segundo Marthos é obrigado por LEI seguir uma série de normas para construções acima de 2,5 metros de altura.

Vale pontuar que durante a reportagem foi questionado a três funcionários da obra que garantiram estar usando os equipamentos de segurança. Porém o Marthos afirma que fica evidente o descumprimento das normas. “Só pelo que eu vi na reportagem estava lá uma obra sem uma linha de vida e sem proteção de bordas”, aponta.

Marthos se mostra indignado com a falta de respeito às normas e revela que realizou diversas denúncias ao Ministério do Trabalho responsável pela fiscalização dos canteiros através dos inspetores de obras. “Quando eles vão na obra, aceitam a NR 35 e desconsideram as regras do anexo 1 de acesso por corda”, garante.

A NR-35 (Norma Regulamentadora para Trabalho em Altura), estabelece que os profissionais autorizados que executam atividades de acesso por cordas devem comprovar sua proficiência na atividade, cujo estado de saúde foi avaliado, tendo sido considerado apto para executar essa atividade e que possua anuência formal da empresa. No anexo 1 considera-se acesso por corda a técnica de progressão utilizando cordas, com outros equipamentos para ascender, descender ou se deslocar horizontalmente, assim como para posicionamento no local de trabalho, normalmente incorporando dois sistemas de segurança fixados de forma independente, um como forma de acesso e o outro como corda de segurança utilizado com cinturão de segurança tipo paraquedista.

Para Marthos mais de 90% das obras com mais de 2,5 metros de altura não atendem às normas, pois atendem apenas parte da NR 35 e não respondem ao anexo 1 que são novas exigências implementadas desde 2015. “Seguir as normas e contratar profissionais qualificados custa caro (...) tem equipamento de pessoas que trabalham nas alturas é uma cadeirinha feita de um pedaço de madeira, um pedaço de corda e 200 metros de corda de bombeiro, isso sai por 400 reais, enquanto que um equipamento básico para acesso por corda (que segue as normas) fica no mínimo 5 mil reais (...) uma pessoa não certificada cobra cerca de 80 reais a diária enquanto um profissional certificado cobra 300 reais”, calcula.

O alerta de Marthos é para que o Ministério Público do Trabalho faça valer a LEI e os empregadores coloquem a mão na consciência, pois para economizar fazem com que pais de família se sujeitem a trabalhar em situações de perigo.

Tanto o CREA quanto o MPT ainda não retornaram aos questionamentos feitos pela reportágem. O CREA Londrina indicou um contato por E-mail do departamento responsável, porém por duas vezes foi tentado contato sem retorno. O MPT não atendeu os telefonemas para o número indicado pelo tribunal do Trabalho de Rolândia. A reportagem ainda continua tentando contato com as duas instituições.

Publicado em Sociedade

Informações repassadas pelo atendente do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Hélio de Oliveira, 65 anos caiu de uma altura de aproximadamente cinco metros em um fosso de luz de um prédio que está sendo construído na Rua Estilac Leal, área central de Rolândia.

Também esteve no local os socorristas do SIATE (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência). Hélio foi encaminhado para o hospital São Rafael com suspeita de fratura na perna, consciente e sem risco a vida.

Assista a transmissão feita ao vivo no local

Publicado em Policial
Pagina 1 de 5

Localização

Rua: Alfredo Moreira Filho
N°: 362
CEP: 86600-003
Rolândia - PR

Mapa

O Jornal

Manchete do Povo - Mais de 3 mil exemplares todos os sábados em mais de 140 pontos da cidade.

Contato

Telefone: (43) 3016 0201

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fale conosco

News Letter

Receba nossas novidades por e-mail

logo-manchete-do-povo-rodape