Utilidades da Tabela FIPE que você nem imagina – Entenda como ela é feita e para que serve

Muito se ouve falar sobre a Tabela FIPE, mas poucas pessoas sabem, de fato, como ela funciona e para que é usada.

Pensando nisso, escrevi esse texto para sanar algumas dúvidas mais frequentes de quem está à procura de um veículo seminovo ou usado ou deseja vender o seu.

A seguir, você terá acesso a informações sobre o que é a Tabela FIPE, para que ela serve, como realizar uma consulta nessa ferramenta e, ainda, como as seguradoras a utilizam para realizar as apólices.

O que é e quem elabora a Tabela FIPE

A tabela FIPE é um estudo da média de preços que os veículos possuem no mercado. Ela é feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), por isso o nome, e atualizada a cada mês.

A Fundação que dá nome à tabela não tem fins lucrativos e produz materiais diversos que vão muito além da tabela, tão utilizada no mercado veicular. Suas pesquisas são variadas, sempre na área de economia, e vão desde as variações de custo de vida na cidade de São Paulo até oscilações no mercado imobiliário para locação de imóveis.

Essa tabela de preços de veículos começou a operar em 2000 e não traz preços exatos, mas uma média dos valores encontrados. Assim, são comuns as variações entre os estados e os preços podem diferir até 15% de um estado ou região para outro (a).

Na tabela FIPE, não são mostrados valores mínimos e máximos encontrados no mercado pelo mesmo veículo, apenas um valor médio.

Para chegar aos dados divulgados, a equipe de pesquisa da Fundação procura em diversos meios, como concessionárias, revendedoras, classificados de jornais, sites especializados no assunto, entre outros.

A pesquisa é realizada considerando modelos básicos, por isso, o valor final não deve ser tratado como absoluto.

A tabela abrange praticamente a totalidade de veículos disponíveis no mercado brasileiro. À exceção disso, ela não fornece informações quanto aos veículos de uso profissional ou especial, como viaturas e ambulâncias.

Para que serve e como funciona a Tabela FIPE

A Tabela FIPE exerce algumas funções muito importantes no nosso dia a dia. A primeira delas, que já citei na seção anterior, é catalogar e registrar os preços médios de compra e venda dos veículos no Brasil.

Nesse sentido, ela é uma ferramenta essencial nas negociações e avaliações de veículos que estão ou serão colocados no mercado. Dar uma olhada na tabela FIPE antes de comprar ou vender seu automóvel evita que você pague um valor muito alto pelo que adquirir ou receba um valor muito baixo pelo seu.

Uma segunda função dela, um pouco menos conhecida, é servir de base para calcular o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Para saber o valor do imposto, você deverá multiplicar a alíquota pelo valor atribuído a seu veículo na tabela.

Os valores apontados dizem respeito a um valor referencial, ou seja, que será usado como referência, e não necessariamente colocado em prática da maneira que estão.

Esses preços são dados de acordo com a depreciação que o veículo sofreu ao longo do tempo. Isso quer dizer que o valor do veículo vai ser determinado a partir do desgaste que ele sofreu e, em alguns casos, pela variação econômica.

Assim, o valor de um carro de 5 anos vai ser proporcional à depreciação que ele sofreu nesse período.

Outros aspectos que vão afetar esse valor é o tipo de veículo, se ele é nacional ou importado e o tipo de combustível que utiliza. Esses estarão, quase sempre, abrangidos pelo preço da tabela FIPE.

Há, no entanto, outras características que ajudam a valorizar ou a desvalorizar um veículo. Alguns deles são: a quilometragem, se a documentação está em dia, se partes mecânica e elétrica encontram-se em ordem, se há sinais de corrosão ou de conserto na lataria, o fato de ter passado por acidentes, existência de acessórios, cidade da venda, etc.

Esses últimos, no entanto, serão considerados somente no momento da negociação.

A cor do veículo também influencia no preço que uma revendedora pagará por ele. Carros brancos, por exemplo, pela possibilidade de terem sido usados como taxi, possuem uma depreciação maior do que carros do mesmo modelo e ano, mas de cores diferentes.

Outros meios, como o Jornal do Carro, realizam um serviço parecido com o da Tabela FIPE e também são confiáveis na hora de consultar valores para trocar seu automóvel.

Fonte: doutormultas.jusbrasil.com.br

Clique aqui e continue lendo

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.