Após perseguição policial, homem bêbado é preso em flagrante em Rolândia

No último sábado (11), por volta das 18h, um homem dirigindo um HB20, tentou fugir de várias viaturas do 15° BPM e acabou sendo preso por embriaguez ao volante.

Uma viatura que estava na PR170 se deparou com um HB20 branco, que estava em alta velocidade, e que quase ocasionou acidentes na estrada sentido Rolândia.

A equipe policial repassou a informação via rádio às demais equipes, que realizaram um bloqueio na entrada da cidade. Porém o condutor continuou em alta velocidade e entrou sentido Jardim José Perazzolo.

 

As equipes, BETA e ROTAM, iniciaram um acompanhamento tático dando ordens de parada e sinais, mas o condutor não obedeceu e continuou a fugir. Então um cerco policial foi realizado na entrada da Av. Aylton Rodrigues Alves com esquina da rua Porecatu, e os policiais conseguiram parar o carro.

De acordo com informações, o condutor não conseguia sair do veículo, pois estava completamente embriagado. Os policiais perguntaram o porquê ele teria fugido. O condutor afirmou que estava voltando de uma festa em São Martinho, e que teria bebido algumas cervejas.

Foi realizado o teste do bafômetro, e constatou-se a concentração de 0,67 mg/l de álcool no sangue. O homem foi preso em flagrante por seu estado de embriaguez, e também irá responder pelos crime previstos no código de trânsito Art. 306, Código Penal 330 e pela contravenção no artigo 34 da LCP.

 

Art. 306. Conduzir veículo automotor, na via pública, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a 6 (seis) decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência.

 

Art. 330 do Código Penal tipifica o crime de desobediência, o qual consiste em “desobedecer a ordem legal de funcionário público”, cuja pena é de detenção, de quinze dias a seis meses, e multa. Trata-se de uma questão de tutela da Administração Pública, objetivando a manutenção da autoridade e do respeito devidos às ordens legais emitidas pelos funcionários públicos em geral (MASSON, 2015). Continue lendo aqui.

Art. 34. Dirigir veículos na via pública, ou embarcações em águas públicas, pondo em perigo a segurança alheia.

 

Pena – prisão simples, de quinze das a três meses, ou multa, de trezentos mil réis a dois contos de réis.

O indivíduo foi encaminhado diretamente para a cadeia pública de Rolândia, onde ficará à disposição das autoridades policiais.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.