Depois de nove anos, polícia desvenda caso de mulher que morreu após ser estuprada

Depois de nove anos, a Polícia Civil desvendou o caso de Aparecida de Fátima Alves Garcia, de 34 anos, que morreu após ser estuprada em um terreno baldio enquanto estava voltando para casa, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O crime ocorreu em 14 de março de 2010.

O suspeito Elias Gonçalves Conceição cumpre uma pena de mais de 30 anos, em Mafra (SC), por estupro e tentativa de homicídio a uma adolescente, em 2013.

O suspeito teve seu mandado de prisão preventiva cumprido dentro do sistema prisional de Santa Catarina, onde agora também foi indiciado e responderá pelo crime cometido no Paraná.

FONTE: G1

POSTAGEM ORIGINAL

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.