Cobra Repórter pede afastamento de Diretor e professora da escola de Cambé

O deputado estadual Cobra Repórter reuniu-se no início da tarde desta segunda (30) com o presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri, para discutir a questão da Escola Dom Geraldo Fernandes, de Cambé que promoveu uma exposição  de  trabalhos sobre aborto, suicídio e questões religiosas, na última semana.

Cobra Repórter solicitou ao Presidente da Comissão de Educação o afastamento do diretor da escola e da professora para que a questão seja melhor explicada. A pedido de Cobra Repórter, Hussein Bakri entrou em contato com a Secretária Estadual de Educação, Ana Seris, para pedir as providências.

Desde que soubemos do fato, na última sexta, já entramos em contato com a Secretaria de Educação para fossem cobradas explicações. Hoje solicitamos o afastamento do diretor e da professora até que a questão seja melhor avaliada, já que a exposição gerou polêmica na medida em que expõe cenas  que podem levar ao incentivo ao aborto e ao suicídio e ataques símbolos religiosos como a Bíblia, afirma Cobra Repórter.

Em contato com a chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE), Lúcia Cortez, o deputado Cobra Repórter também obteve a informação de que  ela já recebeu a denúncia e uma equipe de ensino e a ouvidoria já foram até a escola e uma sindicância foi aberta para apurar a questão. Entendo que o afastamento neste momento é a melhor saída para evitar mais desgaste à escola, aos alunos e para que o diretor e a professora possam explicar melhor a questão, afirma o deputado.

Ass. do deputado

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.