Erro no sistema prejudica 40% das pessoas que precisam do seguro desempreg

Uma circular do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) enviada em abril para a Agência do Trabalhador de Rolândia informa que a partir do dia 19 de abril  o MTE passou a cruzar os dados de Seguro Desemprego com o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Segundo Enivaldo Antônio Lagares, Coordenador Geral do Seguro Desemprego a intenção é implementar melhorias no processo de habilitação e pagamento do benefício. Porém a mudança no sistema vem causando grandes transtornos aos beneficiários. Ao dar entrada no seguro desemprego o sistema aponta um erro que impede a liberação do seguro.

A atendente do seguro desemprego de Rolândia, Elizabete Felix Anselmo, explica que o principal erro é na comprovação do vínculo do empregado com a empresa. “Esse problema não pode ser resolvido no posto de atendimento em Rolândia”, alerta.

Elizabete orienta que quando o problema ocorre o trabalhador deve fazer um agendamento na Delegacia do Trabalho através do site www.mte.gov.br e somente lá será possível reabrir o recurso para regulamentar o pedido. “Dos cerca de 30 atendimentos feitos em Rolândia por dia 40% estão dando problema”, lamenta.

Um problema que acorre há mais de 30 dias está sobrecarregando o sistema do MTE e a fila para agendamento na Delegacia do Trabalho em Londrina já está com vagas apenas a partir de agosto. “Nós ajudamos as pessoas a fazer o agendamento aqui pela internet, mas o sistema várias vezes sai do ar”, ressalta.

A prestadora de serviço responsável pela programação do sistema é a empresa pública DATAPREV. A reportagem entrou em contato com a empresa, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. Foi feito contato também com a assessoria de imprensa do MTE e da Previdência Social, sem retorno.

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.