Governo do Paraná estuda parceria com a Rússia para testar vacina da covid-19

O governo do Paraná assinou nesta quarta-feira um acordo de entendimento com o Fundo de Investimento Direto da Rússia para ampliar a cooperação técnica para os estudos da vacina da covid-19 desenvolvida pelo instituto Gamaleia. O Acordo deixa aberta a possibilidade de testes, produção e distribuição da vacina russa no Paraná.
O instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) será responsável por coordenar o estudo do Estado acompanhados pelo governo federal. E em um segundo momento o objetivo é a formação de grupo de trabalho com integrantes do Governo do Estado e do governo russo para acompanhar a validação da vacina em território brasileiro.

O memorando de cooperação afirma que o Paraná trabalhará junto com a instituição russa em prol do desenvolvimento da vacina contra a Sars-CoV-2. Por isso compartilharão de tecnologias e mecanismos e cooperarão através da orientação entre profissionais. 
A vacina desenvolvida pela Rússia ainda precisa ser validada para entrar no Brasil e esse é o primeiro passo dessa parceria de cooperação com o governo do Paraná , 

“Nesse momento a prioridade é a validação da vacina no País. Dependemos dessa aprovação para os outros encaminhamentos”. Afirmou Jorge Callado, Diretor Presidente do Tecpar. 

O Governo do Paraná já tinha assinado anteriormente um termo de cooperação com a China para iniciar a testagem e produção da vacina. Segundo o laboratório chinês Sinopharm, as duas primeiras etapas de testagem tiveram resultado 100% positivo e sem nenhuma reação adversa considerada grave. 

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.