O que te incomoda não é o meu “sensacionalismo”

Talvez seja esse o nosso problema. Com medo de nos abalarmos, fechamos os olhos para não ver o que de ruim acontece com o nosso próximo.

A imagem de um esposo desolado próximo ao corpo da mulher sem vida à beira da BR 369 deve incomodar você. Ela, a vítima, tinha acabado de deixar o filho de oito anos na escola e foi atropelada em um cruzamento que já fez várias vítimas.

O que te incomoda não é o meu “sensacionalismo”, mas sim a provocação que eu faço, pois isso pode colocar em risco o seu comodismo. Te obriga a sair de sua zona de conforto e pensar que talvez você possa fazer algo diferente para evitar que novas tragédias aconteçam.

E se você pensa que o problema não é seu, pode estar enganado. Todos, ou a grande maioria dos rolandenses já passaram pelo cruzamento da BR 369, saída para Arapongas. Então a próxima vítima pode ser você, ou alguém de sua estima.

Se eu te incomodei, me critique, faça algo pelo menos, só não deixe de fazer. E se quiser participar de alguma forma, neste sábado dia 18 às 13 horas, haverá uma manifestação no cruzamento da BR 369 próximo à Igreja da Ressurreição pedindo a construção de uma passarela. Participe, e talvez faça a diferença entre a vida ou a morte de uma pessoa.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.