Rolândia confirma o primeiro caso de chikungunya

A Secretaria Municipal de Saúde de Rolândia confirma o primeiro caso de Chikungunya em 2018 em uma moradora de Rolândia – a informação foi veiculada na manhã desta quinta – feira (05). Ainda de acordo com a Saúde, o caso é importado, ou seja, a paciente contraiu a doença em viagem que fez a Belém do Pará, a mesma procurou atendimento na Rede Municipal de Saúde de Rolândia e os exames confirmaram a doença”, explicou Tathyana Gerdulli, gerente de Vigilância Epidemiológica de Rolândia. De acordo com Tathyana, a paciente está sendo tratada desde a suspeita de Chikungunya e passa bem.

Ações e casos Segundo o Gerente de Vigilância Ambiental Alécio Quinhone Junior a Secretaria Municipal de Saúde vem fazendo um trabalho intensivo na cidade, visando eliminar qualquer eventual foco do mosquito Aedes aegytpi. Com ações de orientação, prevenção e combate, em parcerias com ramos da sociedade, a Secretaria de Saúde não vem medindo esforços para confrontar o mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. Até esta data, segundo a Secretaria de Saúde, Rolândia registrou 11 casos de dengue desde agosto de 2017, nenhum caso de Zika e um de Chikungunya (importado).

Chikungunya

A doença é produzida pelo vírus chikungunya (CHIKV), transmitida por mosquitos do gênero Aedes, que cursa com enfermidade febril aguda, subaguda ou crônica. A enfermidade aguda se caracteriza, principalmente, por início súbito de febre alta, cefaleia, mialgias e dor articular intensa, afetando todos os grupos etários e ambos os sexos. Em uma pequena porcentagem dos casos, a artralgia se torna crônica, podendo persistir por anos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.