Governador do Estado determina quarentena mais restritiva em Londrina e outras cidades do Paraná

Em um anúncio feito na tarde de hoje (30), o Governador Ratinho Junior, determinou uma quarentena bem mais rigorosa em sete regiões do estado. O governador ainda explicou que ainda não se enquadra em um “lockdown”, mas são restrições importantes nessas localidades para que o avanço rápido seja freado, e os hospitais não venham a sofrer com a superlotação nos ou até mesmo a falta de insumos, como ocorreram em outros estados.  

As medidas vieram depois do pior dia em número de óbitos, foram 39 mortes registradas.  A determinação mais restritiva decretada pelo governador irá durar 14 dias, podendo ser prorrogada por mais sete dias.

O descumprimento gerará multas, cassação de alvará e inscrição estadual. A fiscalização será realizada por meio da Polícia Militar em cooperação com as guardas municipais.

Durante coletiva, Ratinho Junior, ainda ressaltou que o problema por enquanto não atinge a quantidade de leitos disponíveis e nem o estoque de medicamentos, mas foi essa a principal razão da decisão.

 

As regionais de Saúde incluídas no decreto são:

2ª – Regional de Saúde – Curitiba

9ª – Regional de Saúde- Foz do Iguaçu

10ª Regional de Saúde – Cascavel

13ª – Regional de Saúde – Cianorte

17ª – Regional de Saúde – Londrina (Inclui Rolândia e outros municípios – Consulte os municípios inclusos: http://www.saude.pr.gov.br/Pagina/17a-Regional-de-Saude-Londrina )

18ª – Regional de Saúde – Cornélio Procópio

20ª – Regional de Saúde – Toledo.

 

O Decreto traz as seguintes restrições e medidas:

– Autoriza a cada Regional citada acima, a adotar medidas restritivas de acordo com a necessidade local.

–  Suspende as atividades econômicas não essenciais (comercio de rua, bares, casas noturnas, academias, shopping centers, galerias comerciais, clínicas de estética, clubes.)

– Reuniões profissionais devem ser realizadas a distância, se for presencial, devem ocorrer com no máximo cinco pessoas, mantendo a distância de 2 metros de afastamento físico.

– Restaurantes e lanchonetes poderão atender apenas por entrega à domicílio ou retirada no balcão

– Os mercados atenderão das 7h às 21h, somente de segunda a sábado. E deverá respeitar o limite de 30% da capacidade total do estabelecimento. Não será permitida a entrada de mais de um membro por família e nem de crianças menores de 12 anos.  

– Suspende as lojas de conveniência dos postos de combustíveis, exceto nas rodovias.

– Suspensão imediata de procedimentos cirúrgicos agendados. Exceto para tratamentos de cardiologia(coração), oncologia(câncer) e nefrologia (rins), quando tiver o caráter de urgência prescrito pelo médico.

– O transporte público atenderá apenas passageiros que atuam nos serviços essenciais e ficam restritos a quantidade limitada de assentos.

– Fica autorizado qualquer município criar barreiras sanitárias, bloqueios dentre o seu território.

– -Fica proibida a circulação de pessoas em vias públicas das 22h às 5h.

 

A partir de amanhã todas as medidas passam a valer no estado. Os municípios podem alterar algumas restrições de acordo com a necessidade local. Vale ressaltar que os decretos municipais têm efetiva validade.

 

SOBRE ROLÂNDIA

Após o anúncio feito por parte do Governador Ratinho Júnior, a Prefeitura de Rolândia informa que vai aguardar a publicação do Decreto em Diário Oficial. Em seguida, de posse do documento, vai se reunir com a Procuradoria Jurídica e Secretariado Municipal para tomar as medidas pertinentes.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.